segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Em Cruzeiro do Sul, quase 3 mil famílias já estão desalojadas com a cheia do Rio Juruá

Com a cota de 13,83m, o Rio Juruá atingiu neste sábado (9) sua terceira maior marca e já afeta diretamente mais de 8 mil famílias. De acordo com a Defesa Civil Municipal, em oito bairros de Cruzeiro do Sul quase todas as comunidades ribeirinhas já foram atingidas e mais de 2,7 mil famílias estão desalojadas por conta da enchente.

O volume de águas do Rio Juruá ainda se elevou, mas, em um ritmo mais lento do que nos dias anteriores. Na manhã desta sexta-feira (8), a marca era de 13,80m e neste sábado a cota chegou a 13,83m. Mesmo assim, algumas famílias ainda foram removidas das regiões ribeirinhas neste sábado aumentando o número de desabrigados para mais 500 pessoas.

Até o momento, 102 famílias foram retiradas de suas casas e a maioria foi levada para dois abrigos montados pela prefeitura. Alguns dos desalojados foram por conta própria para a casas de familiares, outras tiveram que improvisar abrigos em suas propriedades, com medo de assaltos, onde aguardam a vazante do rio.

De além dos desalojados, mais de cinco mil famílias já estão afetadas pela cheia, com seus quintais alagados, sem o fornecimento de energia elétrica e só podem sair de casa por meio de pequenas embarcações.

Para solicitar ajuda humanitária do governo federal, o prefeito em exercício, Zequinha Lima, decretou estado de emergência na quinta (7). O município aguarda agora o reconhecimento da situação para receber recursos e manter a assistência aos moradores afetados pela enchente.

Mazinho Rogério, G1 Cruzeiro do Sul

Para custear faculdade de pedagogia, taraucaense trabalhou fazendo unhas e vendendo adesivos

A taraucaense Andreia Silfer, de 30 anos, realizou o sonho de concluir um curso superior semelhante a milhões de brasileiros que também almeja este feito. Contudo, para lograr êxito ela teve que fazer unhas e vender adesivos que embelezam as unhas de dezenas de conterrâneas. 

Andreia conta que quando iniciou o curso trabalhava como secretária na casa de Nazaré, que presta serviço social no bairro da Praia, em Tarauacá, na época sob os cuidados da irmã Nelda. ” Quando comecei a fazer o curso de Pedagogia na Unopar, eu trabalha como secretária na Casa de Nazaré da irmã Nelda, mas devido algumas mudanças, dentre a falta de apoio do governo com a Casa de Nazaré, eu fui demitida. A partir daí comecei a trabalhar como manicure e vender adesivos, pois precisava continuar estudando”, conta. 

Andreia se formou em 2018, mas somente agora o fotógrafo disponibilizou as fotos. 

Na sua página na rede social, ela fez um agradecimento especial ao marido Poty e também sua mãe que contribuíram para o seu sucesso na faculdade, auxiliando a pagar as mensalidades. “Esse dia não tem palavras que possam transmitir a sensação..
Quando comecei minha faculdade, eu tinha meu emprego, mas como na vida tudo tem um começo meio e fim, fiquei desempregada, foi quando eu voltei a fazer unhas e adesivos, para me manter e pagar meus estudos, com muita dificuldade consegui vencer essa batalha na minha vida.
E quero dedicar essa conquista a duas pessoas que sem elas eu nao teria chegado ate aqui, MEU VEI POTY E MINHA RAINHA MINHA MÃE, eles que me ajudaram a pagar, eles que me deram forças pra lutar e nao desistir, eles que sempre acreditaram em min..
Agradeço muito à Deus pq sem Ele eu nao sou nada..
#gratidão (SIC)”. 

Segundo a nova pedagoga, este ano está trabalhando como atendente no Departamento Estadual de Trânsito, todavia, continua o trabalho de manicure. Ainda em 2018, já com o diploma na mao, ela conseguiu atuar como professora da rede pública municipal. 

Portal Tarauacá

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Sobre a nomeação de Ney Amorim para articulador político do novo governo do Estado

Ney amorim é uma pessoa honrada, desempenhou com muita responsabilidade os mandatos de deputado estadual que o povo acreano lhe deu. 
Como presidente da Assembleia Legislativa, conseguiu um feito histórico, quando foi reeleito por unanimidade, fazendo uma gestão equilibrada e firme aos seus propósitos.
Moralizou aquele casa, deu transparência e conseguiu reduzir as despesas do poder legislativo em 30%, ganhando o reconhecimento nacional como o legislativo com o menor custo para o erário público do Brasil.
Não é porque não está mais no Partido dos Trabalhadores PT, que deixa de ter meu reconhecimento e respeito.
O governo do Estado tem muito a ganhar com a nomeação De Ney, pela sua experiência e seriedade.
Parabéns ao Ney e ao novo governo pela escolha que fez, o Acre só tem a ganhar. Desejo sucesso ao Ney nessa nova jornada.

Raquel de Sousa

Presidente da Câmara de vereadores de Tarauacá.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

VEREADORA JANAINA FURTADO: "CONCURSO DA SAÚDE PRORROGADO - A LUTA AGORA É PELA CONVOCAÇÃO"


A prefeitura de Tarauacá anunciou na última quarta feira, 23 de janeiro, a prorrogação do prazo de validade do Concurso da Secretaria Municipal de Saúde por mais 2 anos. Uma vitória dos concursados que ainda esperam por uma convocação.
Ainda no ano de 2018, mais precisamente no dia 5 de novembro, a vereadora Janaina Furtado apresentou um documento ao poder executivo, pedindo a prorrogação do concurso. "Eu atendi um pedido das pessoas que estão na lista de espera, pois, elas estavam preocupadas com o encerramento do prazo. Não conto às vezes que subi aquela escada da prefeitura insistindo para que prorrogassem o prazo", disse Janaina.

De acordo com a vereadora, agora começa uma nova luta, para que todos sejam chamados, pois, há carência desses servidores na secretaria municipal de Saúde. "Fico feliz em também ter colaborado com essa conquista e me coloco a disposição dessas família para encamparmos a grande luta, que é a CONVOCAÇÃO de todos", finalizou. 

Assessoria Parlamentar

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Prefeituras municipais do Acre pegam bolada de mais de R$1 bilhão do Fundeb em 2019

As prefeituras do Acre vão receber mais de R$1.085 bilhão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) em 2019. O valor mínimo nacional por aluno ao ano dos anos iniciais do ensino fundamental urbano foi estimado para 2019 em R$ 3.238,52, correspondendo a um aumento de 6,2% em relação ao estimado para 2018, que foi de R$ 3.048,73. Rio Branco, como não poderia deixar de ser, recebe a maior bolada: mais de R$97 milhões.