sábado, 23 de maio de 2015

Damasceno ainda não sabe se será candidato à reeleição Luciano Tavares

O futuro político de Rodrigo Damasceno ainda é incerto. Por enquanto, a única coisa que o prefeito petista de Tarauacá quer é administrar o Município até o final de 2016, quando acaba seu mandato, e cumprir algumas metas de trabalho.
Em meio à especulação nos bastidores de que deve desistir da reeleição, o prefeito pondera que “no momento não pensa em ser candidato” e que essa decisão deve ser tomada até o final do ano junto com sua família e seus correligionários.
O fato de ter virado pai há duas semanas passou a pesar nas respostas de Damasceno, que agora diz pensar mais na hora de tomar suas decisões.
“Sobre a eleição de 2016, no momento não penso em ser candidato. Por hora deixei essa resposta interna para dar mais tarde. Vou me reunir com a família para tratar sobre isso. Aliás, eu agora sou pai, sou um homem casado e tenho que perguntar para a esposa sobre o assunto. O fato de ser pai, também, me fez pensar muito sobre as minhas decisões. Me fez ter mais cautela. Vivo um momento novo na minha vida”, diz.
Nesta quinta-feira, 21, o prefeito de Tarauacá esteve em Rio Branco para conversar com o articulador político do governo, Nepomuceno Carioca, uma espécie de guru e orientador político de Damasceno. A orientação de cima é para que Rodrigo tenha cautela ao decidir sobre seu futuro na política. “Ter cautela na hora decidir sobre o assunto.
Primeiro vamos debater esse assunto dentro do PT e depois no âmbito da Frente Popular. Por enquanto não há nada decidido”, concluiu Damasceno.
Por: da redação de ac24horas lucianotavares.acre@gmail.com