quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Willian Waack e a "faxineira espiritual"




O clima parece que anda carregado nas redações dos vários veículos da Rede Globo. Os três filhos de Roberto Marinho seguem tranquilos, acumulando as maiores fortunas do país, segundo o ranking da Forbes. Já os funcionários estão tensos e de baixo astral - principalmente depois que o império global anunciou centenas de demissões nos jornais O Globo e Extra. Duas matérias recentes confirmam que a tensão não se limita à mídia impressa, mas já atingiu a poderosa emissora de tevê do grupo. Até o gelado William Waack estaria irritado e uma "faxineira espiritual" foi convocada para aliviar o clima.


Segundo matéria de Keila Jimenez, publicada no site rival R7 nesta terça-feira (2), "por duas noites seguidas, o 'Jornal da Globo' entrou no ar na faixa da 1h30 da madrugada, terminando mais de 2h da manhã. Com a nova novela das 21h, 'Regra do Jogo', empurrada para às 22h, fugindo da concorrência mais forte da Record e SBT no horário, toda a programação da TV Globo foi atrasada. O atraso visivelmente tem irritado o âncora do 'JG', William Waack. Na segunda-feira, ele chegou a ironizar o atraso no ar. 'Luís Roberto, eu estou quase dando bom dia para você a essa hora', disparou William Waack, ao conversar com o comentarista Luís Roberto. Ontem (1), não foi diferente. Waack entrou no ar depois da 1h, com cara de poucos amigos por conta do atraso".


Já nesta quarta-feira, o site especializado Notícias da TV fez uma revelação hilária. Segundo Daniel Castro, uma "faxineira espiritual' foi contratada para espantar o clima de tensão na redação. "Os jornalistas que trabalham na GloboNews, canal de notícias da Globo, se depararam com uma cena inédita no último sábado (29). Encontraram na redação, um ambiente que preza pela objetividade, uma esotérica em plena sessão de 'faxina espiritual'. O objetivo seria eliminar energias ruins que estariam travando o crescimento do canal e afastar a crise que ameaça os meios de comunicação com demissões e cortes de despesas. O apelo à fé deixou jornalistas da Globo indignados".


Ao site, a pranaterapeuta Elizabeth Ribeiro confirmou ter feito a "limpeza energética" na GloboNews. "Sem saber que conversava com um jornalista que produzia uma reportagem, Beth, como é chamada, contou que 'harmonizou o ambiente [da redação do canal], que estava muito tenso'. Presidente do Instituto Pranaterapia Botafogo (IPB), no Rio de Janeiro, Beth foi contratada pelo chefe de redação da GloboNews, Carlos Jardim, que pagou do próprio bolso. A especialista diz que cobra R$ 350 por metro quadrado pelo 'trabalho de limpeza e energização' de grandes ambientes corporativos".


Diante da cena exótica, a direção da emissora divulgou que não foi informada previamente e nem pagou pelos serviços de Elizabeth Ribeiro. "A Globo não comenta as crenças individuais dos seus funcionários. Da mesma forma, não comenta as razões pessoais dos funcionários que decidiram contratar tais serviços", afirmou. Ela também negou que a GloboNews fará demissões. Mesmo assim, William Waack seguirá com sua feição carrancuda - o que já é natural - e os profissionais da empresa testarão a verdadeira eficácia da "limpeza energética".


Por Altamiro Borges