sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

ACRELÂNDIA: Ex-prefeito do município é condenado a 14 anos de prisão por estuprar adolescente




A juíza de Direito Maria Rosinete dos Reis Silva, da Vara Única Criminal da Comarca de Acrelândia, acatou denúncia do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) e condenou o ex-prefeito da cidade Paulo César Ferreira de Araújo, o Paulinho, a 14 anos e 2 meses de reclusão por estupro de vulnerável a uma adolescente de 14 anos. A denúncia foi oferecida por meio de uma ação penal ajuizada pelo promotor de Justiça Teotônio Rodrigues Soares Júnior.

Paulinho foi Prefeito do município de Acrelândia entre 1996 e 2000. Chegou a disputar as duas próximas eleições contra Tião Bocalom, mas perdeu. Depois, conseguiu eleger o filho, Carlos Cesar de Araujo, o Carlinhos do PSB, que foi preso acusado pela morte do vereador Pinté, em maio de 2010.

Paulo César, segundo consta nos autos, relacionou-se sexualmente com a menor por, aproximadamente, nove meses, no ano de 2010. Ele era dono de fazendas, onde a família da vítima prestava serviços. Para atrair a vítima, ele oferecia chocolates e disponibilizava para ela a televisão da casa dele para entretê-la. Após os agrados, levava a menor, sob ameaça, para um dos quartos da casa e praticava a conjunção carnal.

A magistrada diz entender que há elementos capazes de taxar a conduta social do acusado como inadequada, pois apresenta um total desrespeito às normas de proteção à criança e ao adolescente e, por consequência, a sociedade como um todo. Em 2014, Paulo César ficou preso por 28 dias.

O réu foi condenado também a pagar à família indenização de R$ 20 mil para a reparação dos danos causados à vítima pelo crime. A menor será acompanhada por equipes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) pelo período que se fizer necessário.


Da redação ac24horas