sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Assaltantes armados invadem joalheria e levam dinheiro e joias de comerciante

Nas últimas semanas, várias pessoas que trabalham com vendas de joias foram vítimas de furtos e roubos.
Imagem ilustrativa
Uma joalheria foi alvo dos ladrões na tarde de terça-feira (08) no centro de Cruzeiro do Sul (AC). O vendedor Antônio foi rendido por um assaltante, enquanto o outro aguardava do lado de fora.

“Eu estava aqui sentado quando eles chegaram com a arma apontando e já pedindo o ouro. Eu peguei um relógio que estava aqui e coloquei em cima da prateleira, e pedindo ouro, e eu dizendo que não tinha. O outro ficou na moto esperando ele”, falou Antônio Silva Morais.

Nas últimas semanas, várias pessoas que trabalham com vendas de joias foram vítimas de furtos e roubos. Na última quinta-feira (03), mais uma vez, em plena luz do dia, a joalheria de João Chaves foi roubada. Um ladrão armado levou várias joias após render o funcionário.

“Meu funcionário ligou para mim uma hora da tarde dizendo que tinham assaltado. Era um rapaz alto, magro e um forte, baixo. Eles levaram todo ouro que estava na vitrine”, segundo João Ferreira Chaves.

No último sábado (05) o açougue do Miritizal foi assaltado, durante a manhã. Os ladrões levaram R$ 8 mil.
Segundo o proprietário de uma farmácia, outras duas drogarias também foram alvo dos ladrões na Av. Coronel Mâncio Lima. As vítimas fazem os registros nas delegacias e aguardam as investigações.

“Está todo mundo nervoso. Quando dá 06 horas, estão todos querendo ir para casa”, contou Jonas Pereira Barros.

O delegado Luiz Tonini é responsável pelas investigações de furtos e roubos. Ele diz que alguns suspeitos foram identificados, no entanto a polícia ainda está em busca de provas para esclarecer melhor a autoria dos crimes.

“As investigações estão em direcionamento. Em relação à identificação dos suspeitos, apenas um foi preso por se tratar de um indivíduo que estava no regime semi aberto, mas as informações nos direcionam a outros participantes que ainda estão no cumprimento de pena do regime semi aberto. Estamos com dificuldade na coleta de provas, ainda mesmo pelo próprio meio empregado, como o uso de capacetes”, falou.

Na semana passada, a Polícia Militar deflagrou a Operação Papai Noel prometendo reforçar a segurança na área comercial da cidade, justamente no local onde os bandidos passaram a agir. Em uma semana foram seis assaltos, quatro deles em plena luz do dia.

Reportagem de Genival Moura