quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Rodrigo culpa “politicagem” e “promessas assistenciais” por sua derrota no município de Tarauacá


Derrotado nas urnas, o prefeito Rodrigo Damasceno, do PT, não considera que houve erro no modelo de gestão implementado por ele em Tarauacá.

O petista avalia que sua derrota para a advogada Marilete Vitorino (PSD) ocorreu “em grande parte por conta da politicagem, da compra de votos e das promessas assistenciais que são alimentadas em grande parte pelo desvio de dinheiro público”.

Por outro lado, Damasceno reconhece “que houve algumas falhas na implementação” do modelo de gestão. “Acho que nossa população tarauacaense pelas distorções sociais e modelo de política que existia até então, não conseguiu compreender, nesse primeiro momento, o sentido de nosso objetivo, bem como, quando tentamos fazer o certo acaba por desagradar alguns grupos da política tradicional de Tarauacá”, completa.

Marilete Vitorino foi eleita prefeita com 47,98% dos votos válidos (8.589 votos) contra 42,29% (7.572) de Rodrigo Damasceno, que buscava a reeleição em Tarauacá.


da redação ac24horas