quinta-feira, 20 de outubro de 2016

JORDÃO: PCdoB quer fazer do “isolado” Jordão um modelo de gestão comunista


Conversei com o prefeito reeleito do Jordão, Élson Farias (PC do B) e o deputado estadual Jenilson Leite (PC do B), sobre a vitória eleitoral com 55% dos votos. Havia três candidatos na disputa e o atual prefeito foi reconduzido ao cargo. Élson quer corrigir erros cometidos no primeiro mandato e incrementar um projeto de produção no município acreano “isolado” que consome atualmente 95% da sua alimentação vinda de fora. “Queremos nesses próximos quatro anos fazer a economia do Jordão girar dentro do próprio município produzindo boa parte daquilo que precisamos. Vamos incentivar a agricultura familiar,” explicou. Farias também quer melhorar a política de recolhimento de lixo e a pavimentação de ruas. “O lixo não é mais um problema e as ruas estamos com um programa do PROCER, uma parceria do Estado com o Banco Mundial. A intenção é pavimentar as ruas e sanear toda a nossa área urbana com a coleta de esgotos e também destinar os resíduos sólidos a aterros sanitários,” afirmou.

Parceiro número 1
O deputado Jenilson tem sido uma presença constante no Jordão. Ele explica o que representa para o PC do B a continuidade da gestão do município. “A reeleição do prefeito Élson para o PC do B é uma marca que foi aprovada pela população, o modo como os comunistas administraram as nossas prefeituras. E o ponto principal do nosso estilo de gestão é o cuidado das pessoas, ouvindo sempre a população sobre as suas necessidades. O Élson foi um prefeito que além de ter cuidado das escolas, da saúde, das ruas, manteve um diálogo constante com os moradores do Jordão. Inclusive, convidamos o prefeito do PC do B, eleito no Bujari, Romualdo, para passar uns dias lá para conhecer a gestão do Élson,” salientou.

Renascido das cinzas
Depois das duas derrotas para o Senado, 2010 e 2014, perda de cadeiras de deputado federal e estadual, segundo Jenilson, uma parte da imprensa acreana dizia que o PC do B desapareceria. “Em 2016 tivemos um crescimento extraordinário em relação as eleições de 2014. Não ficamos lambendo as nossas feridas e redesenhamos o nosso projeto. Nós disputamos quatro prefeituras, ganhamos duas e projetamos novas lideranças para o futuro. Além disso, elegemos 16 vereadores em todo o Estado o que é muito representativo,” comemorou.

Liderança na Capital
O vereador eleito do PC do B, em Rio Branco, Eduardo Farias, deverá ser o líder do prefeito Marcus Alexandre (PT), na Câmara Municipal. Segundo as minhas fontes, a ideia é aproveitar a experiência de Farias como vice prefeito de Angelim (PT) e também os seus quatro anos como deputado estadual.


Por: Nelson Liano Jr