sexta-feira, 4 de novembro de 2016

NOTA DA EX-DEPUTADA FEDERAL PERPETUA ALMEIDA

Confio na sua honra camarada!!

Queridos amigos,

Meus 12 anos de deputada federal foram de total transparência e respeito ao patrimônio público. Meus saudosos pais me deixaram como herança a honestidade e o dever de fazer sempre a coisa certa.
A imprensa nacional tem divulgado que o MPF denunciou mais de 400 ex-parlamentares que por não terem mais foro privilegiado, têm seus nomes publicados nos jornais, acusando-os de uso irregular da verba destinada a passagens aéreas. Por ser meu costume deixar claro minhas ações públicas, obrigo-me à esclarecer:

- Quando cheguei na Câmara Federal obedeci ao Regimento da Casa, que instruía como utilizar a cota destinada à passagens, que já funcionara desde que o Congresso Nacional existe, há mais de 100 anos. Cumpri-o com precisão e transparência;

- Minhas ações de mandato foram dedicadas à servir o Acre, e mesmo fazendo o trecho semanal Brasilia/Rio Branco/Brasilia, procurávamos comprar os bilhetes com antecedência e portanto com preços mais baratos, assim, economizando, conseguia ter condições para atender aos que necessitassem sair do Acre para tratamento de saúde e também para participarem de congressos, reuniões ou outros eventos em outros estados.

Também ajudamos com a vinda de palestrante para seminários diversos que realizamos no nosso estado e algumas outras atividades públicas de interesse geral. Meu mandato sempre publicou as denúncias dos altos valores das passagens para o Acre e propus uma CPI na Câmara para que se investigassem os preços abusivos;

- É sabido por todos que alguns parlamentares abusaram, e o escândalo conhecido como “Farra da Passagens” veio a público quando um determinado parlamentar levou uma caravana de modelos famosas para o carnaval em seu estado. Desde então a regra mudou, sendo permitido somente o uso da cota pelo titular do mandato e sua equipe. Me adequei a regra e cumpri-a rigorosamente;

- O escândalo motivou o MPF a investigar e denunciar os parlamentares no exercício do mandato daquela época, por isso uma lista tão extensa está sendo divulgada. Outros parlamentares daquela época, mas Ainda com mandatos atualmente, não aparecem na lista por ainda terem foro privilegiado, conforme a Constituição brasileira.

Continuo à disposição para quaisquer esclarecimentos, visto que minha vida pública sempre foi transparente.

Abraços: Perpetua Almeida