sábado, 4 de fevereiro de 2017

TARAUACÁ; PREFEITURA MANDA DERRUBAR ANTIGA COBAL E REVOLTA A POPULAÇÃO

"DESTRUÍRAM NOSSO ÚNICO ESPAÇO DE PRATICAR BASQUETE
ONDE VAMOS PRATICAR O NOSSO ESPORTE AGORA???"

Que situação ver o espaço sendo destruído e não se poder fazer nada!!!

Senti-me totalmente preocupado com a situação desses jovens que perderam o único local onde praticam esportes (basquete). Uns amam o futebol, futsal, handeboll, tênis (aqui nem tem isso), e outros amam o basquete. Esse único espaço de lazer ficava no Bairro Novo (antiga Cobal/Perto da antiga creche). Só sente no coração quem ama o esporte,por isso entendo perfeitamente o desabafo desse garoto em se sentir indignado com tal situação. Como destruir o que se é para o bem comum??? Vão construir outro no lugar??? Muita gente em Tarauacá não pensa que esses garotos poderiam estar no mundo do crime e das drogas, mas não, estão praticando esportes. Que situação eh!!! Lamentável!!! Faltou bom senso e um pouco de imaginação de quem fez isso...

Pelo Facebbook Josian Neri fez um desabafo:

“Essa foto demonstra bem o que aconteceu por aqui... As crianças vendo o seu lugar onde brincavam, onde jogavam, sendo destruído... sem motivo sensato, o apoio ao esporte parece que não existi, onde crianças e várias outras pessoas (inclusive eu) usufruíam deste lugar para lazer, para jogar.

Aqui em Tarauacá não tem o apoio ao basquete onde encontramos amigos e ganhamos amigos jogando, e vão lá e destroem a quadra, onde nós mesmo cidadãos que fazíamos cota para limpeza, pintarmos a quadra dentre outras coisas.

Não obtivemos nenhum apoio de autoridade pública ou órgão público, as próprias pessoas que jogavam lá foram que levantaram o lugar, e aí chegam pessoas e fazem isso, uma tremenda calúnia, falta de respeito e consideração por todo o suor e trabalho realizado para podermos jogar e repito sem auxílio algum de órgão público ou autoridade pública, tudo feito pela força de vontade dessas pessoas que queriam jogar basquete, e chegam lá e derrubam esse sonho.

Estou realmente indignado por isso, não só porque eu ia jogar na Cobal todos os dias, por essas crianças que não terão mais um local para poderem se divertir”.