domingo, 5 de março de 2017

Acre criou 25 postos de trabalho em janeiro deste ano, aponta Caged


Agropecuária foi o setor que mais gerou emprego
em janeiro (Foto: GcomMT)

Estado ficou em 9° lugar no ranking durante o mês pesquisado.
Dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira (3).
O Acre registrou a criação de 25 postos de trabalho durante o mês de janeiro, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (3).


O estado acreano ficou com o 9° lugar no ranking entre as unidades federativas brasileiras.

Durante o mês, 2.355 pessoas foram admitidas e 2.330 demitidas. O mês de janeiro de 2017 no Acre foi o primeiro com saldo positivo depois de 11 meses de queda no mesmo período.

A agropecuária foi o setor econômico que mais teve crescimento, um percentual de 1,1%. O comércio também foi destaque, com aumento de 0,44% no primeiro mês deste ano.

Por outro lado, a construção civil foi o segmento que mais teve queda, com saldo negativo de 0,85%, seguido pela indústria de transformação, com recuo de 0,76%. A área de serviços industriais de utilidade pública também teve redução, chegando a 0,42%.

Dos maiores municípios do estado, a capital Rio Branco teve um saldo de 132 vagas de emprego. Em seguida, ficou Sena Madureira, com a criação de 57 empregos com carteira assinada. Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade, no entanto, encerrou o período com queda de 33 postos.

Brasil
O Caged apontou que o Brasil contabilizou uma diminuição de 40,8 mil postos. Santa Catarina foi o estado que liderou o ranking na geração de trabalho, com 11,2 mil vagas. O Rio de Janeiro ocupou o final da lista, com perda de 26,4 mil.

Por: Caio Fulgêncio Do G1 AC