terça-feira, 28 de março de 2017

Cerca de 46 mil eleitores de Cruzeiro do Sul devem fazer recadastramento biométrico

Para a próxima eleição a votação já será através da biometria. Mas por enquanto a procura para realizar o procedimento tem sido baixa. O cartório Eleitoral de Cruzeiro do Sul pretende fazer o recadastramento biométrico de pelo menos 46 mil eleitores.

A trabalhadora rural Francisca Acácia viajou de barco por algumas horas e cerca de 80 quilômetros de carro pela BR-364 para chegar a Cruzeiro do Sul e fazer o recadastramento, trouxe a filha de dezesseis anos para tirar o título.

“Vim em busca de fazer minha atualização. Muitas pessoas podem até pensar que não é importante, mas eu sei que serve para muitas coisas”, falou.

A estrutura do Fórum Eleitoral foi aumentada, com mais atendentes, distribuição de senha, atendimento para as prioridades, o que tem faltado mesmo são os eleitores, o atendimento começa às 8h e termina às 5 da tarde, sem intervalo.

“Infelizmente, o público alvo, os eleitores, deixam para ultima hora para fazer o recadastramento. É humanamente impossível atender uma demanda acima da médio se o eleitor deixar para última hora. Por enquanto a demanda está sendo quase nula. Temos 10 atendentes e a procura está sendo muito baixa”, falou o chefe d cartório João Godoy.

As pessoas que emitiram seus títulos após o dia 20 de janeiro de 2015 não precisam procurar o cartório para fazer a atualização, pois já estão cadastrados na biometria. Para atingir a marca de 46 mil eleitores no final de agosto, o cartório teria que realizar a biometria de 500 pessoas por dia, mas só 25% dessas tem comparecido. A intenção do chefe do Cartório João Godoy é evitar tumulto quando o período já estiver se encerrando.

Com informações de Genival Moura