sexta-feira, 3 de março de 2017

Divulgado edital para concurso PM que oferece 230 vagas


Foi publicado na edição desta sexta-feira, 3, do Diário Oficial do Estado o edital de concurso público de 230 vagas de para o cargo de Policial Militar. Dessas vagas, 184 serão destinadas para o sexo masculino e para o sexo feminino, 10 (dez) vagas para o cargo de Aluno Soldado Músico e 10 (dez) vagas para o cargo de Aluno Soldado de Saúde para ambos os sexos, sendo 05 (cinco) vagas para Técnico de Enfermagem e 05 (cinco) vagas para Auxiliar de Saúde Bucal. O certame será executado pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE. As vagas serão para candidatos que concluiram o ensino médio. O salário inicial será de R$ 3.319,12.

As inscrições iniciarão ainda nesta sexta-feira, 3, e vão até o dia 28, sendo que o dia 29 de março será o prazo final para o pagamento da inscrição. A prova objetiva deve ocorrer no dia 23 de abril. O valor da inscrição para todos os cargos é de R$ 65. O candidato deve ter no máximo, 30 anos de idade até a data do início das inscrições.

De acordo com o edital, os candidatos aprovados que vierem a ingressar no quadro efetivo da Polícia Militar do Estado do Acre pertencerão ao regime jurídico estatutário e reger-se-ão pelas disposições da Lei Complementar nº 164, de 03 de julho 2006 e respectivas alterações, bem como pelas demais normas legais.

O prazo de validade do presente Concurso Público é de 06 (seis) meses, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, sem prorrogação.

As inscrições para este Concurso Público serão realizadas via internet. Todos os atos oficiais relativos ao Concurso Público serão publicados no Diário Oficial do Estado do Acre (www.diario.ac.gov.br) e no endereço eletrônico do IBADE: www.ibade.org.br.

As provas objetivas serão realizadas, simultaneamente, nas cidades de Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Rio Branco, Sena Madureira e Tarauacá, no estado do Acre conforme opção do candidato no ato da inscrição.

Ainda segundo o edital, não haverá vagas destinadas a candidatos com deficiência em virtude de incompatibilidade com as atribuições do cargo, pois se trata de serviço ligado à segurança pública, à preservação da ordem pública e à incolumidade das pessoas e do patrimônio, tratando-se, portanto, de função que envolve grande risco e exigindo plena capacidade física, visual, auditiva e mental.

O concurso será realizado em três fases sucessivas de caráter eliminatório e/ou classificatório. Na primeira fase será realizada a prova objetiva, na segunda fase serão realizadas a prova de aptidão física, o exame psicotécnico, a prova prática instrumental e o exame médico e toxicológico, e na última fase será realizada a investigação criminal.

Da redação ac24horas