sexta-feira, 14 de abril de 2017

Família de Bruno Borges diz que só vai divulgar os 14 livros quando tradução estiver completa

A família do estudante Bruno Borges anunciou nesta quarta-feira, 12, que só irá divulgar o conteúdo da tradução dos 14 livros escrito pelo rapaz quando toda a obra estiver pronta para ser publicada. “Chegamos ao consenso de que o Bruno não gostaria de ver seus livros divulgados fragmentados”, disse Gabriela Borges, irmã de Bruno.

O trabalho de tradução continua sendo feito por Gabriela e um amigo especialista em informática. Vários meios de de criptografia foram identificados e dois livros estavam com suas traduções completas até esta quarta-feira.

O estudante está desaparecido desde 27 de março. As imagens de seu quarto divulgadas na internet trouxe muita curiosidade ao caso. Bruno é um interessado por filosofia e, além de escrever 14 livros por códigos, deixou mensagens criptografadas por toda as paredes de seu quarto. Além disso, no centro do cômodo havia uma estátua do ex-padre italiano Bruno Giordano, condenado a morrer numa fogueira sob a acusação de heresia.

Leia tudo sobre o caso Bruno Borges


Da redação ac24horas