terça-feira, 6 de junho de 2017

Quase 200 quilos de drogas são apreendidos em rodovias do AC nos primeiros meses 2017, diz PRF

Número é quase 170% maior que o apreendido no mesmo período no ano passado. Segundo a PRF, em 13 ocorrências foram apreendidos mais de 170 quilos de cocaína.

Nos primeiros meses de 2017, foram apreendidos quase 200 quilos de drogas em rodovias do Acre (Foto: Divulgação/PRF-AC)

Quase 200 quilos de drogas foram encontrados em veículos que passaram pelas rodovias do Acre nos primeiros meses de 2017. O balanço parcial foi divulgado nesta segunda-feira (5) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC). Além disso, 18 pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas.

Conforme os dados, foram apreendidos 170,4 quilos de cocaína durante 13 ocorrências nas estradas do estado. Além disso, quase três quilos de maconha em seis ocorrências e um quilo de craque. Também foram apreendidos 12 comprimidos de ecstasy e 11 micropontos de LSD.

A quantidade apreendida em 2017 é quase 170% maior do que no mesmo período no ano passado, quando foram encontrados pela polícia quase 70 quilos de drogas nas rodovias do estado, sendo 63,5 quilos de cocaína.

O inspetor-chefe da PRF-AC, Nelis Newton, afirmou que o resultado é devido à intensificação do trabalho de fiscalização focado na questão da criminalidade nas rodovias.

“A gente tem intensificado a fiscalização principalmente na região do município de Xapuri onde temos mais ocorrências. Quando a droga vem escondida em fundos falsos dos veículos dá um pouco mais de trabalho para detectar. Mas, algumas equipes trabalham especificamente na criminalidade e acabam desenvolvendo uma técnica maior e isso ajuda na hora da fiscalização”, disse o inspetor.

Apreensão de quase 60 quilos de cocaína neste domingo (4)
Entre as apreensões mais expressivas deste ano está a de domingo (4) quando um homem de 22 anos que estava carregando 56,3kg de cocaína no fundo falso de uma caminhonete foi flagranteado pela PRF. O caso ocorreu em Senador Guiomard, no interior do Acre.

O inspetor da PRF-AC Sávio Hipólito informou que o motorista demonstrou nervosismo durante a abordagem e, por isso, resolveram fazer uma revista mais minuciosa. O rapaz, segundo Hipólito, relatou ter recebido uma quantia para transportar a droga e que não deu muitos detalhes sobre de quanto seria esse valor.
Por Iryá Rodrigues, G1 AC, Rio Branco