terça-feira, 29 de agosto de 2017

Lideranças do IFAC Campus Tarauacá são homenageados pela Câmara de Vereadores de Tarauacá

O trabalho realizado pela gestão do Instituto Federal do Acre - IFAC foi reconhecido pela Câmara de Vereadores de Tarauacá. Na manhã desta terça-feira (29), a reitora geral do IFAC, Dra. Rosana Cavalcante, o diretor Geral da Unidade de Tarauacá, Sérgio Guimarães e a Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação em Tarauacá, Francisca Aragão, receberam Moção de Aplausos durante a sessão no Legislativo. A proposição foi feita pelo vereador Antônio Araújo “Príncipe”. A cerimônia incluiu a entrega de placa para a reitora e para o diretor e teve a presença de alunos e colaboradores da Instituição. 
Para a reitora, o sentimento é de gratidão pelo reconhecimento da Câmara de Vereadores. “Muito obrigada a todos os vereadores. Faremos o possível e o que estiver perto do impossível para fazer um excelente trabalho perto do Instituto. Temos uma equipe incrível e parte dela está aqui. Somos apaixonados pela Educação e isso faz com que tenhamos sempre novos desafios pela frente e muita garra para seguirmos adiante. Esse reconhecimento representa o tamanho e a importância que o IFAC tem para o município e para a região”, afirmou Rosana.

Sérgio Guimarães também lembrou que o trabalho de um Instituto que trabalha com referência na Educação do Estado é feito por muitas pessoas. “É com gratidão, humildade e honra que recebemos a Moção e queremos compartilhar com todos os alunos, os professores, os funcionários e a comunidade, que fazem o IFAC ser quem ele é, com ensino de qualidade”.

Príncipe explicou que a Moção de Aplausos é um momento de homenagear e valorizar pessoas especiais. “O papel dos reitores é fundamental. O IFAC forma a cada semestre, estudantes profissionais, colocando-os no mercado de trabalho e Universidades, estudantes e profissionais de excelência qualidade. Agradeço profundamente o trabalho que vocês realizaram e o trabalho com muita responsabilidade que vão realizar no IFAC”, comentou.


Por: Thamires Soares