quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Moisés Diniz é acusado de usar sede do PCdoB no Acre para receber aluguel de R$ 5 mil

O deputado federal Moisés Diniz é um dos parlamentares acusados de usar a verba parlamentar da Câmara Federal para custeio de despesas pessoais. A reportagem que mostra uma suposta farra com dinheiro público foi divulgada na manhã desta quarta-feira (23) no programa Bom dia Brasil da Rede Globo de Televisão.
Segundo a reportagem, Diniz usa a sede de seu partido, o PCdoB, para receber um contrato de locação no valor de R$ 5 mil. A emissora de televisão usou dois repórteres para fazer uma pegadinha com o parlamentar acreano que afirmava que o prédio era seu gabinete, enquanto uma servidora informava que o local era a sede comunista.
Questionado sobre a afirmação da funcionária do PCdoB que na casa alugada funcionava o local para receber militantes e realizar reuniões partidárias, Moisés Diniz sugeriu que o repórter procurasse os ladrões do país. A matéria foi produzida com exemplos de parlamentares federais quase todos os estados brasileiros.
Em agosto de 2016, o PCdoB entregou a sede, e eu hoje eu utilizo como meu gabinete. Lá não tem nenhum funcionamento partidário, apenas meu gabinete. O que tem lá é meu gabinete, que está aqui prestando conta. Lá só tem três funcionários do meu gabinete, não é a sede do PCdoB. Procure os ladrões, eles estão em todo brasil”, finaliza Moisés Diniz.

Veja o Vídeo em que o parlamentar esclarece os fatos

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas