terça-feira, 8 de agosto de 2017

Na cidade de Jordão interior do Acre, o preço da Gasolina chega a custar R$ 8 o litro

Os consumidores de combustível de Jordão, município distante da capital do Estado a 500 km e um dos mais isolados do país, estão indignados com o aumento abusivo do preço do combustível. 

Antes do aumento da alíquota do combustível, que entrou em vigor através de um decreto presidencial no dia 20 de julho, a gasolina custava R$ 5,50, já o diesel custava R$ 5,00.

Aproveitando o aumento do imposto do PIS e COFINS, os comerciantes, no caso dois revendedores do produto na cidade, aumentaram o preço em mais de 40 por cento. O preço da gasolina saltou de 5,5 para oito reais. Enquanto o diesel saiu dos 5 para 7,5. 

O vereador Tom Sérgio ( PDT) classificou o aumento de abusivo. Segundo ele, os parlamentares irão fazer uma reunião para debater o tema, posteriormente vão dialogar com os comerciantes para que os mesmos revejam o aumento exorbitante. 

Segundo os cálculos do governo federal, com o aumento o preço do combustível aumentaria em torno de 10 centavos nas bombas. No entanto, os comerciantes de Jordão aproveitaram o ensejo e aumentaram o valor em 25 vezes a mais que o previsto.

O que mais irritou os consumidores foi o fato de os comerciantes ainda não ter compro o produto com o aumento, uma vez que neste período não há transporte de combustível devido as condições climáticas. As balsas que fazem o transporte do combustível não conseguem trafegar no rio Tarauacá neste período do ano. 

Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora