quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Campanha de Apoio aos Huni Kuin da Aldeia Pinuya - Acre

Boa tarde amigos do Site Tk News, venho através deste, pedir humildemente que se puderem nos ajude a divulgar a campanha lançada pela comunidade Colônia 27 Aldeia Pinuya, lançamos essa campanha afim de fazer uma arrecadação para suprir a necessidade do momento como esta no link da campanha, sendo assim fortalecer o reflorestamento, a cura da terra degradada é o fortalecimento da cultura. Agradecemos muito os amigos do SITE TK NEWS. GRATIDÃO
Veja a nota
Os Huni Kuin da Aldeia Pinuya, localizada no município de Tarauacá (Acre), contam com 170 integrantes, numa extensão territorial de 305 hectares. Vivem em total conexão com a natureza e dela tiram o seu sustento, porém, a crise econômica que assolou o país refletiu-se também na dinâmica da vida desta pequena aldeia, escasseando os recursos orçamentários que atendiam algumas de suas necessidades estruturais.

Os Huni Kuin da Aldeia Pinuya necessitam com urgência trocar os pneus do caminhão Mercedez Benz 815 (adquirido em 2012 através de convênio com o Governo do Estado do Acre) com o qual fazem o escoamento da sua produção. O caminhão é a unica ferramenta de trabalho que dispõem, e com ele transportam tudo que produzem até o centro da cidade, para a venda.

A Aldeia Pinuya:
Localizada a 8 km do município de Tarauacá, a terra indígena Colônia 27 é a menor da Região Norte. La, plantam um pouco de tudo, criam animais e desenvolvem projetos de reflorestamento e recuperação de terras degradadas. Cultivam ainda sementes exóticas e mudas de plantas, dentre as quais o mogno e a cerejeira, ao mesmo tempo em que tentam adaptar-se às mudanças e degradações ambientais advindas da relação perniciosa do homem com a natureza, a exemplo das mudanças climáticas.
São 37 famílias e 170 Huni Kuins em 305 hectares de floresta protegida.

As dificuldades:
As politicas governamentais implementadas no país nos últimos anos priorizaram e fortaleceram a cultura indígena em sua totalidade. Muitos indígenas foram resgatados da indigência social, do alcoolismo e do abandono e retornaram às suas aldeias, resgatando o sentimento de identidade com suas respectivas etnias.

Infelizmente, na atual politica implementada no país já não se percebe esse cuidado com a causa indígena, ao contrário, o que se vê todos os dias é a tentativa de implementação de politicas que enfraquecem e destroem direitos adquiridos nos últimos anos. A ausência de recursos financeiros para a simples manutenção de uma ferramenta de trabalho de uma aldeia é apenas a pontinha de um grande iceberg da fragilidade a que estas comunidades serão expostas futuramente.

Desta forma, vimos através desta campanha fazer este apelo, que todos aqueles que sejam simpáticos à causa indígena possam ajudar com a quantia que puderem, para a compra de seis pneus para o caminhão da aldeia. No município de Tarauacá, cada pneu custa R$ 1000, (mil reais), somando desta forma R$ 6.000, (seis mil reais) para a troca de todos os pneus.
Troca do assoalho de madeira da carroceria e madeiras laterias que custam R$ 900 reais, mola mestra quebrada, reposição no valor de R$ 2.550, cabo de câmbio no valor de R$ 3.000 reais, manutenção do ar no valor de R$ 500 reais, revisão de óleo no valor de R$ 850 reais,
gerando um total de R$ R$ 13.800 (treze mil e oitocentos reais)

O Cacique da Aldeia Pinuya, Assis Kaxinawá, lembra que o nome de todos os doadores serão afixados em mural na aldeia, a fim de que sejam lembrados e bem recebidos no dia em que se dispuserem a visitar a aldeia. Lembra ainda que coloca a pequena comunidade à disposição de todos, disponibilizando ferramentas de curas espirituais ("há doenças que a Medicina dos brancos não pode curar", diz ele) bem como espaço para interação e convivência com a aldeia.

O cacique convida a todas para que façam uma visita e conheçam as belezas naturais da comunidade, que conta agora também com um hospital de medicina natural e uma casa de feitio do nixi pae (chá da Ayahuasca/Santo Daime).
Obrigado a todos! Haux haux