sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Jenilson intermédia junto à SEE a construção de escolas indígenas em Tarauacá, Feijó e Jordão.

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) se reuniu com o secretário-adjunto da secretaria de Educação e Esporte do Acre, José Alberto Nunes, para saber sobre o andamento da construção das escolas rurais nos municípios de Feijó, Jordão e Tarauacá.

Em Junho deste ano, durante o recesso parlamentar, o deputado visitou as comunidades rurais destes municípios e constatou a necessidade de reformas ou construção de novos prédios para atender a demanda da população. Após o recesso, Leite apresentou várias indicações à SEE para que a pasta realizasse as reformas e as construções necessárias, tendo em vista que o governo deve ofertar uma Educação de qualidade, logo, só é possível em espaços aconchegantes. 
Questionado sobre o andamento das obras, o gestor respondeu que com relação às escolas de Tarauacá, já estão em fase de construção, sendo que a previsão de entrega é para o final de dezembro de 2017. No município, os colégios que estão sendo reestruturados, são: Nova Aldeia (na Praia do Carapanã), Olívia Alves (Aldeia Numanawa- rio Gregório), Santa Rosa (Aldeia Boa Sorte- rio Humaitá). O montante investido soma mais quatrocentos mil. 

Já no município de Feijó, região do Envira, o contrato para a construção da escola Simpatia, na Aldeia de mesmo nome, entre a empresa vencedora da licitação e a SEE seria assinado nesta quinta. A obra está orçada em mais de cem mil reais.
No município de Jordão serão quatro estabelecimentos de ensino contemplados: Alto Bode (Aldeia Chico Curumim), Belo Monte ( Aldeia Belo Monte), Boa Esperança (Seringal Independência- Ti Kaxinawá) e Bom Futuro Técnica ( Aldeia 3 Fazendas). Segundo o secretário-adjunto, as obras dessas quatro instituições já foram licitadas e que ainda no dia hoje seria assinado à ordem de serviço entre governo e a empresa executora das obras.

O deputado quis saber ainda, a respeito do seu requerimento para que governo o amplie ou construa uma nova escola no seringal Semeada, no rio Muru. Nunes explicou ao parlamentar que há duas soluções para solucionar o problema, sendo a primeira o município de Tarauacá cederia a escola Estefane Pergentino para o Estado. Dessa forma, a SEE pode reformar e construir mais duas salas. A outra seria a proprietária da terra doar um lote para o Estado construir. Nessa comunidade, durante a visita que o deputado fez, ele viu alunos estudando de baixo de uma arvore (mangueira) por falta de espaço nas salas. A instituição pertence ao município, mas abriga alunos do Estado.

O deputado disse que saia da reunião feliz com as boas notícias dada pelo secretário, pois significa dizer que os pedidos que ele fez em nome das comunidades estão sendo atendidos. “Saio comemorando essas notícias, uma vez que nossos requerimentos estão sendo atendidos e algumas das obras estão em andamentos, outras os processos licitatórios foram concluídos, isso é gratificante, pois percebo que o nosso trabalho está indo de encontro com o anseio da população, principalmente daquelas pessoas que estão desassistidas pelo poder público”, enfatiza Jenilson Leite.

Da Assessoria, fotos/Jardy Lopes