sábado, 4 de novembro de 2017

PCdoB de Tarauacá ele nova direção executiva

Reunidos na manha desta sexta- feira (03), as principais lideranças do PCdoB de Tarauacá poderão debater diversos assuntos, dentre eles a conjuntura nacional e estadual, bem como avaliaram a conjuntura local e o Governo Municipal. E, debateram também as tarefas do partido para o próximo período 2018.

Sobre o Governo Municipal, o partido avaliou que já esta completando um ano de mandato, e as mudanças ora prometidas não foram apresentadas, a gestão continua sem iniciativas e incapaz de enfrentar os problemas da cidade.

Em seguida a direção, reelegeu por unanimidade o camarada Chagas Batista, para continuar a frente como presidente da sigla no município. O sindicalista Fernando Alves foi eleito vice-presidente, a jornalista Tâmires Soares foi eleita secretaria geral e João Maciel assume a secretaria de comunicação, os demais cargos foram mantidos.

Para o presidente do partido Chagas Batista, “o PCdoB de Tarauacá vem ao longo de três décadas, num ritmo ascendente, tanto nas eleições majoritárias, como proporcionais. Um dado concreto dessa afirmativa é o resultado da eleição para Câmara de vereadores em 2012 e 2016 onde o partido sagrou-se a legenda mais votada individualmente. Para Batista, esse crescimento é resultado de uma política coerente e comprometida com a modalidade pública e a melhoria de vida das pessoas”.

O vereador Lauro Benigno, destacou a unidade do partido e deu ênfase aos espaços ocupados por suas lideranças nos movimentos sociais e sindicatos, “onde tem um comunista é sinal que ali há um trabalho bem feito com o coração e competência”.

Para o vereador Cacique Nasso, “mantenho meu compromisso e de meu povo com a legenda e buscarei lutar cada vez mais para o crescimento do partido, as dificuldades aparecem, mas nossa Vontade em resolvê-las é mais ainda”.

O vereador Carlos Tadeu que também é presidente da câmara destacou as lutas que virão pela frente, dentre elas a eleição de nossos deputados estaduais e federal. Quanto à composição da chapa majoritária para o Governo em 2018, “é inadmissível que não haja um comunista nesta composição”.

Finalizando a discussão os membros presentes alem da aprovação unânime da nova direção municipal da sigla, ambos foram taxativos em reafirmar o compromisso do partido na reeleição dos candidatos da frente popular ao governo e senado. Sendo que não podemos sequer pensar em não estarmos presentes na chapa majoritária. 

JÁ APRESENTAMOS O NOME DO DEPUTADO MOISÉS DINIZ, E ESPERAMOS QUE A FRENTE POPULAR DO ACRE, APROVE E RECEBA ESTE NOME COMO FORMA INCLUSIVE, DO RECONHECIMENTO DE NOSSA PARTICIPAÇÃO AO LONGO DOS ANOS EM APOIO A ESSE PROJETO ELEITORAL.
Assessoria