quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Vereadores Raquel, Lauro, Nasso Kaxinawa, Neirimar (Veinha) e Príncipe participam de reunião com as pessoas que trabalharam pelo processo seletivo da Prefeitura

Na tarde desta terça-feira (23),  os vereadores Raquel de Sousa, Nasso Kaxinawa, Neirimar Lima (Veinha) Lauro Benigno e Príncipe de uma reunião proposta pelo meu gabinete com os professores da zona rural e urbana, ACS, Servidores de apoio e todas as pessoas que trabalharam pelo processo seletivo da Prefeitura no ano de 2017, sendo que ambos foram demitidos, e reivindicam o Pagamento de suas rescisões contratuais dentre outras.
Após a reunião ficou decidido que iremos aguardar até o dia 05 de Fevereiro, para que esse caso seja resolvido, ou iremos fazer uma manifestação e entrar com ações trabalhistas. 

Sobre o PARFOR, estes decidiram que irão aguardar a Prefeitura realizar o pagamento da Bolsa até o final do mês de janeiro, que foi dividida da seguinte forma R$: 200,00 em janeiro, R$: 200,00 em fevereiro e R$: 200,00 em março. (conforme Lei especifica aprovada na câmara municipal em sessão extra-ordinária). Caso o contrário, também tomaremos outros encaminhamentos. 

“somos servidores como qualquer outro, deste modo também temos nossa parcela de contribuição para o município, é justo que também tenhamos direito as nossas rescisões trabalhistas. Fumos enganados pelos os supervisores e coordenadores de ensino rural, pediram pra assinarmos um papel e disseram que era para receber nossas rescisões, e na verdade foi nossa demissão, e pasmem sem nenhum direito. Contávamos com esse recurso, para comprar presentes do natal para nossas crianças, e de forma modesta realizar um pequeno almoço. E nada! estamos esperando até hoje”. Disse o professor e estudante de pedagogia, Marcondes.
Assessoria