terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Justiça determina internação provisória de adolescente acusado de matar idosa de 64 anos no interior do Acre

Crime ocorreu no dia 31 de janeiro deste ano, na zona rural de Feijó. Adolescente de 15 anos disse à polícia que matou mulher para se vingar do marido dela.

Por G1 AC, Rio Branco
Com o menor, a polícia apreendeu uma espingarda, um celular e cerca de R$ 190,00 que ele furtou da vítima (Foto: Divulgação/PC-AC e PM-AC)

A Justiça do Acre determinou a internação provisória do adolescente de 15 anos acusado de matar a idosa Maria Ecília Araújo Ribeiro, de 64 anos, e roubar os pertences da casa dela. O crime ocorreu no dia 31 de janeiro deste ano no Ramal Maravilha, a cerca de 20 km da cidade de Feijó, interior do estado.

O juiz Alex Oivane, titular da Vara Civil da Comarca de Feijó, estabeleceu a internação por um período de 45 dias. A decisão foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) nesta segunda-feira (26).

O adolescente foi apreendido no último dia 2, em casa, no Ramal Doutor Iraldo, que é ligado ao Ramal Maravilha. Ele confessou o crime e disse à polícia que matou a vítima para se vingar do marido dela.

Na decisão, o juiz responsabilizou o rapaz tanto pelo furto, como pela morte da vítima. O magistrado entendeu que o menor usou de recurso que tornou “impossível” a defesa da vítima, já que foi alvejada de surpresa.

“Desta forma, a internação provisória é a resposta adequada, já que o representado demonstrou desrespeito pela vida, o que justifica a contenção de sua liberdade”, diz a decisão.

Na época da apreensão, a Polícia Militar informou que o menor disse que cometeu o crime para se vingar do marido da vítima. O motivo da vingança seria porque o homem o ameaçou de morte. A ameaça teria ocorrido após o próprio menor roubar o homem.

O adolescente confessou aos policiais que quis assassinar o homem, ou a mulher dele para se vingar da ameça. O menor chegou a confessou à polícia que roubou uma arma da vítima e a assassinou com um disparo da arma dela.

Com o adolescente, a polícia apreendeu uma espingarda, um celular e cerca de R$ 190 que pertencia a vítima.