terça-feira, 22 de maio de 2018

Ilderlei será obrigado a demitir quase 200 servidores da prefeitura de Cruzeiro do Sul

Por recomendação do Tribunal de Contas do Estado, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (Progressistas), será obrigado a demitir entre 150 e 200 servidores do Município. A orientação do TCE segue a Lei de Responsabilidade Fiscal.

À imprensa local, o prefeito afirmou que sequer a prefeitura tem condições de promover concurso público no momento. Ilderlei põe a culpa em gestores passados. Segundo o prefeito, o Município possui uma estrutura impossível de se manter. Apesar de não citar na entrevista seu antecessor Vagner Sales, seu ex-padrinho político, Ilderlei comenta com pessoas próximas que o emedebista entregou para ele uma prefeitura inchada de cargos políticos.

“Eu creio que de 150 a 200 funcionários deverão ser demitidos, infelizmente, de vários setores. E isso é triste. Um pai família demitido é triste. Mas a culpa é minha? Não. O prefeito tem que fazer o que a lei manda. Infelizmente gestores passaram criaram estruturas grandes, muitas estruturas, e esqueceram de como manter elas, de como manter o pagamento desses funcionários”, diz.

Somente na Saúde Municipal, uma das áreas mais complexas do serviço público, devem ser demitidas 50 pessoas.

Ilderlei aproveitou para dizer que um dos motivos da falta de manutenção na infraestrutura da cidade é o volume das despesas para manter a estrutura dos órgãos municipais.

“O povo cobra com razão. Cadê infraestrutura, cadê asfalto, cadê recapeamento de rua? Não existe, por quê? A máquina encharcada. Não pensaram em economizar nessa área, de não montar muitas estruturas. Queremos ruas asfaltadas, eu quero, mas precisamos ter condições de fazer tudo isso.”

Por: Luciano Tavares