quarta-feira, 2 de maio de 2018

Tarauacá: Policial Militar Abreu e promovido a Capitão

Antônio Abreu de Souza, 46 anos, casado, pai de 3 filhos, pai seringueiro e mãe costureira, formado em Fundamentos Jurídicos e ainda cursou 5 anos em economia, foi promovido à patente de capitão da Polícia Militar do Acre.

Abreu como é conhecido entrou para os quadros da Polícia Militar no ano de 1993. Durante a carreira militar foi promovido a sargento, sub tenente e neste momento ascende ao posto de capitão. 

Abreu sempre exerceu um papel importante de gestão dentro dos comandos da polícia militar desenvolvendo trabalhos com firmeza, eficiência, respeito e humanidade. Dentro do batalhão tem um papel fundamental como sub comandante. Além disso, coordena o serviço de inteligência da PM, auxilia o Programa Educativo de Combate às Drogas – PROERD. 

Desde 2011, é o responsável pelo programa de rádio “A Polícia e a Comunidade” apresentado toda semana na RadCom Nova Era FM, onde presta conta para a sociedade do trabalho da instituição. No rádio, faz valiosas explanações sobre violência doméstica, uso indevido de drogas, trânsito, legislação, entre outros assuntos relacionados a criminalidade e suas soluções. 

Recentemente ajudou de forma determinante na implementação do sistema de videomonitoramento de Tarauacá, policiamento escolar, canil e agora está trabalhando junto a comandante e outros policiais para a criação da Guarda Mirim.

Abreu é um policial experiente, estudioso, conhecedor dos problemas que afetam seu município, tem boa relação com todos os setores segmentos sociais e instituições do município. Está sempre antenado nos acontecimentos e participa ativamente de reuniões, encontros, seminários e todos os eventos que discutem a vida da sociedade tarauacaense. “Devido às grandes dificuldades enfrentadas na minha vida tornei-me um guerreiro. Não acho nada difícil. Se eu não sei pergunto, pesquiso e aprendo. O que eu sei e que eu aprendo, procuro ensinar pra todos” comentou.

Mesmo com uma vida inteira dedicada à polícia militar, o mesmo não deixou o trabalho que marcou suas origens e mantêm, juntamente com seus familiares, uma pequena marcenaria que gera trabalho e renda na produção de móveis.
portaltarauaca.com.br